Entregas grátis em encomendas acima de 30€.
Contacte-nos se precisar de ajuda.

Ponto de cruz

Guia de bordado


Para criar bonitos desenhos em ponto de cruz, a DMC recomenda começar o bordado com um dos seguintes métodos:
  1. Métodos

    Método 1


    Esta técnica de início para "principiantes" deve ser usada para começar a bordar um novo trabalho ou uma nova área do trabalho.

    - Faça um nó na ponta do fio e leve a agulha do princípio até ao fim a cerca de 3 cm do ponto inicial. Coloque o fio ao longo da linha que está a pensar bordar.
    - Leve a agulha até à frente do tecido, ao ponto inicial da primeira cruz. Comece a bordar até ao nó, certificando-se que cruza sobre o fio do avesso para o fixar.
    - Quando o ponto chegar ao nó, puxe o nó e corte-o perto do tecido. Continue a bordar.

    Método 2


    Outra forma simples de começar um novo trabalho ou uma nova área é realizar um nó mais afastado.

    - Faça um nó na ponta do fio e coloque a agulha da frente para o lado detrás, afastando-a alguns centímetros do ponto inicial e comece a bordar.
    - Quando terminar de bordar com esse fio, puxe o nó e corte-o. - Vire o trabalho, volte a inserir o restante fio na agulha e trabalhe-o por entre vários pontos da parte detrás para o fixar.

    Método 3


    Leve a agulha até à parte da frente do tecido, deixando uma ponta de 3 cm no avesso. Segure o fio detrás na direcção em que pensa bordar e trabalhe os primeiros 4 ou 5 pontos por cima para o fixar. Verifique o avesso para ver se os pontos cobrem o fio e corte qualquer ponta que sobre antes de continuar a bordar.

    Uma vez iniciado um trabalho, pode juntar novos fios trabalhando o fio por baixo de vários pontos no avesso e continue a bordar.

    RECOMENDAÇÃO:
    A DMC recomenda começar a bordar o trabalho a partir do centro do tecido e em direção aos extremos. Para as principiantes e as avençadas: é melhor começar pelo centro e evitar o terrível erro de cálculo de dar conta que não tem mais tecido mesmo antes de terminar de bordar o trabalho.

  2. Bordar em ponto de cruz

    O ponto de cruz trabalha-se em filas horizontais da esquerda para a direita. Para fazer ponto de cruz, leve a agulha até ao ponto 1, o buraco abaixo à esquerda de um quadrado de tecido e agulha para baixo até ao ponto 2, acima à direita de um quadrado de tecido. Leve a agulha até ao ponto 3 inferior, até ao ponto 4, subindo até ao 5 e depois agulha para baixo até ao 6. Termine a carreira. A carreira de volta borda-se da direita para a esquerda, faça cruzes levando a agulha até ao 9 e depois ao 10, 11 e 12. Termine a carreira de volta e repita a sequência de bordado até que a zona esteja bordada como o esquema.


    RECOMENDAÇÕES
    :


    Quando estiver a bordar, certifique-se que o fio não se enrola. Se isso acontecer enquanto borda, deixe cair a agulha e ele desenrolar-se-á sozinho. Verifique se todos os pontos estão cruzados na mesma direcção. Mantenha a tensão e os pontos uniformes enquanto borda o desenho. Trabalhe primeiro a zona do desenho e depois o fundo.

    Trabalhe primeiro as cores mais escuras e depois as mais claras. Às vezes borda apenas alguns pontos numa área, depois salta para outra área com essa mesma cor de fio. Saltar pode ser mais fácil do que parar e recomeçar, no entanto quando levar o fio para o avesso este pode ser visto por entre o tecido. Faça-o apenas se o salto for pequeno e o fio de uma cor clara.

    Rematar um fio


    Para terminar um fio leve a agulha por baixo dos últimos pontos feitos no avesso e corte o que sobrar. Depois de voltar a inserir fio na agulha para continuar, leve simplemante a agulha por baixo de vários pontos pelo avesso para fixar o fio e continue a bordar.

  3. Diferentes pontos

    Meio ponto


    O meio ponto é um simples ponto diagonal e normalmente faz-se apenas nas filas horizontais. Geralmente quando um desenho necessita de um meio ponto, aparece indicado em baixo, separado na informação a cor e no esquema é indicado com uma linha diagonal colorida.

    O meio ponto pode ser usado em esquemas em determinadas circunstâncias como sombreado para dar a sensação de profundidade na imagem do ponto de cruz.

    Para fazer um meio ponto, no avesso do tecido leve a agulha até ao ponto 1 e depois baixe-a até ao 2. Suba ao 3 e desça ao 4.

    Termine a carreira.
    A carreira de volta é bordada ao contrário da direita para a esquerda. Aqui a agulha sobe ao 11 e baixa ao 12, depois sobe ao 13 e desce ao 14. Termine a fila de volta e repita a sequência de bordado até que a zona esteja bordada como na tabela.

    Quarto de ponto


    Para bordar um quarto de ponto, leve a agulha desde o buraco inferior esquerdo do quadrado do tecido e baixe-a até ao o centro do quadrado. O quarto de ponto pode ser bordado a partir de qualquer canto do quadrado de quadrilé.

    Recomendação:
    Use uma agulha de tamanho inferior, quando bordar um quarto de ponto. Não passe as fibras do centro do quadrado. Mova a agulha para mudar as fibras e deslize a agulha entre elas.

    Ponto de três quartos


    Um ponto de três quartos costuma ser feito bordando primeiro o braço pequeno, como um quarto de ponto. Completa-se com um meio ponto para fazer os outros dois braços. Para bordar um ponto de três quartos, primeiro leve a agulha ao buraco inferior esquerdo do quadrado de tecido e por baixo leve-a ao buraco inferior direito do mesmo quadrado de tecido. Depois leve a agulha do buraco inferior direito do quadrado de tecido por baixo até ao centro do meio ponto que fez. Os pontos de três quartos podem ser bordados em qualquer direcção.

    RECOMENDAÇÃO:
    A forma mais simples de fazer pontos fraccionários em quadrilé é usando uma agulha de menor tamanho (número 26 ou número 28).

    Pesponto


    O pesponto trabalha-se da direita para a esquerda. Para começar leve a agulha ao ponto 1 e depois volte ao 2 com agulha para baixo.

    Volte à esquerda e leve a agulha ao 3 e baixe de novo a agulha ao 1. Continue a sequência do bordado.

    Uma linha no esquema do desenho indica que é preciso fazer um pesponto. Quando houver um símbolo sobre um quadrado. e o símbolo é o mesmo em ambos os lados do símbolo de pesponto, borde um ponto de cruz nesse quadrado. A seguir e por último junte o pesponto.

    Nós franceses


    O nó francês usa-se em muitos desenhos de ponto de cruz para dar mais detalhe e dimensão. Para dar um nó francês, leve a agulha ao 1. Deixe o fio esticado com a outra mão e envolva o fio por duas vezes em redor da ponta da agulha. Com suavidade, puxe o fio para que os cabos em redor da agulha fiquem apertados e enquanto os mantém assim, coloque a agulha junto ao 1. Leve a agulha ao avesso até que o nó se forme e fique seguro na superfície. Um ponto preto no esquema indica que é necessário fazer um nó francês.

    RECOMENDAÇÃO:
    Para fazer um nó maior, enrole o fio em redor da agulha mais umas duas vezes ou use um fio mais grosso.

  4. Enfeites

    Existem muitas formas divertidas e criativas de embelezar o seu desenho em ponto de cruz. Um enfeite fantástico são as missangas. Quando aplicar as missangas nos pontos, trabalhe primeiro todas as partes diagonais dos pontos e depois aplique as missanas quando voltar a trabalhar a carreira.

    Contas em cilindro, cristais, amuletos e pequenos botões também dão um toque interessantes a um desenho de ponto de cruz. Estes enfeites tridimensionais dão um toque diferente a qualquer bordado e encontram-se em inúmeras cores e estilos. Certifique-se que usa enfeites de boa qualidade já que podem derreter ao passar a ferro.